Olha a Ribeirinha

Olha a ribeirinha
Que sonhou ser rio

Sonho de grandeza
De ribeira presa
Que vai com certeza
Deixar de sonhar

Anda ribeirinha
Corre ligeirinha
Não choras sozinha
Mais chorou o mar

Olha a ribeirinha
Que é do sonho que ela tinha

De pedra, pedrinha a pedrinha
Vai correndo a ribeirinha
Vi a ribeirinha 
Que triste que vinha

Sonhou a ribeira
Com a terra inteira
A correr ligeira
Seu sangue gastou

Da mesma maneira
Sequei eu ribeira
Da mesma maneira
Meu sonho secou

Ai a ribeirinha
Que tinha o sonho que eu tinha

Chorando, gotinha a gotinha
Vai secando a ribeirinha

Amália Rodrigues